Novalgina 20ml Gotas

CÓDIGO DO PRODUTO: 10621 | Marca: SANOFI AVENTIS

Click e veja!

Novalgina 20ml Gotas

CÓDIGO DO PRODUTO: 10621 / Marca: SANOFI AVENTIS
Click e veja!
De: R$ 20,02 Por: R$ 17,28
Consulte genérico

    Para que serve Novalgina

    Este medicamento é indicado como analgésico (medicamento para dor) e antitérmico (medicamento para febre). Como Novalgina funciona? Novalgina é um medicamento à base de dipirona, utilizado no tratamento das manifestações dolorosas e febre. Os efeitos analgésico e antitérmico podem ser esperados em 30 a 60 minutos após a administração e geralmente persistem por aproximadamente 4 horas.

    Contraindicação Novalgina

    Novalgina não deve ser utilizada caso você tenha: Alergia ou intolerância à dipirona ou a qualquer um dos componentes da formulação ou a outras pirazolonas (ex. fenazona, propifenazona) ou a pirazolidinas (ex. fenilbutazona, oxifembutazona) incluindo, por exemplo, experiência prévia de agranulocitose (diminuição acentuada na contagem de glóbulos brancos do sangue) com uma destas substâncias; Função da medula óssea prejudicada (ex. após tratamento citostático) ou doenças do sistema hematopoiético (responsável pela produção das células sanguíneas); Desenvolvido broncoespasmo (contração dos brônquios levando a chiado no peito) ou outras reações anafilactoides, como urticária (erupção na pele que causa coceira), rinite (irritação e inflamação da mucosa do nariz), angioedema (inchaço em região subcutânea ou em mucosas) com uso de medicamentos para dor tais como salicilatos, paracetamol, diclofenaco, ibuprofeno, indometacina, naproxeno; Porfiria hepática aguda intermitente (doença metabólica que se manifesta através de problemas na pele e/ou com complicações neurológicas), pelo risco de indução de crises de porfiria; Deficiência congênita da glicose-6-fosfato-desidrogenase (G6PD), pelo risco de hemólise (destruição dos glóbulos vermelhos, o que pode levar à anemia); Gravidez e amamentação. Este medicamento é contraindicado para menores de 3 meses de idade ou pesando menos de 5 kg. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista. Informe imediatamente seu médico em caso de suspeita de gravidez.​ Em crianças com idade entre 3 e 11 meses ou pesando menos de 9 Kg, Novalgina Injetável não deve ser administrada por via intravenosa. Novalgina Injetável não deve ser administrada por via parenteral em pacientes com hipotensão (pressão baixa) ou hemodinâmica instável (problemas do sistema circulatório).

    Como usar Novalgina

    Novalgina Comprimido Efervescente Dissolver o comprimido em meio copo de água e beber imediatamente após o término da dissolução. O tratamento pode ser interrompido a qualquer instante sem provocar danos ao paciente, inerentes à retirada da medicação. Adultos e adolescentes acima de 15 anos: 1 comprimido até 4 vezes ao dia. Populações especiais - Em pacientes com insuficiência nos rins ou no fígado: recomenda-se que o uso de altas doses de dipirona seja evitado, uma vez que a taxa de eliminação é reduzida nestes pacientes. Entretanto, para tratamento em curto prazo não é necessária redução da dose. Não existe experiência com o uso de dipirona em longo prazo em pacientes com insuficiência nos rins ou no fígado. - Em pacientes idosos e pacientes debilitados: deve-se considerar a possibilidade das funções do fígado e dos rins estarem prejudicadas. Este medicamento não deve ser mastigado. Novalgina Comprimido Simples Você deve tomar os comprimidos com líquido (aproximadamente ½ a 1 copo), por via oral. O tratamento pode ser interrompido a qualquer instante sem provocar danos ao paciente, inerentes à retirada da medicação. Novalgina Comprimidos 500 mg: - Adultos e adolescentes acima de 15 anos: 1 a 2 comprimidos até 4 vezes ao dia. Novalgina Comprimidos 1 g: - Adultos e adolescentes acima de 15 anos: ½ a 1 comprimido até 4 vezes ao dia. Se o efeito de uma única dose for insuficiente ou após o efeito analgésico ter diminuído, a dose pode ser repetida respeitando-se a posologia e a dose máxima diária, conforme descrito acima. Não há estudos dos efeitos de Novalgina Comprimidos efervescentes administrada por vias não recomendadas. Portanto, por segurança e para garantir a eficácia deste medicamento, a administração deve ser somente por via oral. Populações especiais - Em pacientes com insuficiência nos rins ou no fígado: recomenda-se que o uso de altas doses de dipirona seja evitado, uma vez que a taxa de eliminação é reduzida nestes pacientes. Entretanto, para tratamento em curto prazo não é necessária redução da dose. Não existe experiência com o uso de dipirona em longo prazo em pacientes com insuficiência nos rins ou no fígado. - Em pacientes idosos e pacientes debilitados: deve-se considerar a possibilidade das funções do fígado e dos rins estarem prejudicadas. Este medicamento não deve ser mastigado. Novalgina Injetável Novalgina Injetável pode ser administrada por via intravenosa ou intramuscular. Para assegurar que a administração injetável de dipirona possa ser interrompida ao primeiro sinal de reação anafilática/anafilactoide (reação alérgica grave e imediata que pode levar à morte) e para minimizar o risco de reações hipotensivas (pressão baixa) isoladas, é necessário que os pacientes estejam deitados e sob supervisão médica. Além disto, a administração intravenosa deve ser muito lenta, a uma velocidade de infusão que não exceda 1 mL (500 mg de dipirona)/minuto, para prevenir reações hipotensivas. Incompatibilidades/compatibilidades: Novalgina Injetável pode ser diluída em solução de glicose a 5%, solução de cloreto de sódio a 0,9% ou solução de Ringer-lactato. Entretanto, tais soluções devem ser administradas imediatamente, uma vez que suas estabilidades são limitadas. Devido à possibilidade de incompatibilidade, a solução de dipirona não deve ser administrada juntamente com outros medicamentos injetáveis. Posologia A escolha da dose e da via de administração deve ser feita exclusivamente sob orientação médica e em função do efeito analgésico desejado e das condições do paciente. Em muitos casos, a administração oral (Novalgina - 6 de 10 - comprimidos, solução oral ou gotas) ou retal (Novalgina supositório) é suficiente para obter analgesia satisfatória. Quando for necessário um efeito analgésico de início rápido ou quando a administração por via oral ou retal é contraindicada, recomenda-se a administração de Novalgina Injetável por via intravenosa ou intramuscular. O tratamento pode ser interrompido a qualquer instante sem provocar danos ao paciente, inerentes à retirada da medicação. Quando da escolha da via de administração, deve-se considerar que a via parenteral está associada com maior risco de reações anafiláticas/anafilactoides. Caso a administração parenteral de dipirona seja considerada em crianças entre 3 e 11 meses de idade, deve-se utilizar apenas a via intramuscular. Visto que reações de hipotensão após administração da forma injetável podem ser dose-dependentes, a indicação de doses únicas maiores do que 1g de dipirona por via parenteral deve ser cuidadosamente considerada. Se o efeito de uma única dose for insuficiente ou após o efeito analgésico ter diminuído, a dose pode ser repetida respeitando-se a posologia e a dose máxima diária, conforme descrito abaixo. As seguintes dosagens são recomendadas: - Adultos e adolescentes acima de 15 anos: em dose única de 2 a 5 mL (intravenosa e intramuscular); dose máxima diária de 10 mL. - Crianças e lactentes (que estão sendo amamentadas): em crianças com idade inferior a 1 ano, Novalgina Injetável deve ser administrada somente pela via intramuscular. As crianças devem receber Novalgina Injetável conforme seu peso segundo a orientação deste esquema:












    Caso necessário, Novalgina Injetável pode ser administrada até 4 vezes ao dia. Não há estudos dos efeitos de Novalgina Injetável administrada por vias não recomendadas. Portanto, por segurança e para garantir a eficácia deste medicamento, a administração deve ser somente pela via intravenosa ou intramuscular, conforme recomendado pelo médico. Populações especiais - Em pacientes com insuficiência nos rins ou no fígado: recomenda-se que o uso de altas doses de dipirona seja evitado, uma vez que a taxa de eliminação é reduzida nestes pacientes. Entretanto, para tratamento em curto prazo não é necessária redução da dose. Não existe experiência com o uso de dipirona em longo prazo em pacientes com insuficiência nos rins ou no fígado. - Em pacientes idosos e pacientes debilitados: deve-se considerar a possibilidade das funções do fígado e dos rins estarem prejudicadas. Novalgina Infantil Recomenda-se que, para a administração da solução oral, seja utilizada a seringa dosadora que acompanha o frasco na embalagem. Instruções para uso da seringa dosadora: Coloque a tampa interna que acompanha a seringa dosadora no frasco de Novalgina Infantil.












    Encaixe a seringa dosadora no orifício da tampa interna do frasco, vire o frasco de cabeça para baixo e puxe o êmbolo até a marca correspondente à dosagem indicada para o paciente.












    Administre o conteúdo da seringa diretamente na boca do paciente.












    Após a administração, lave a seringa com água e guarde-a na respectiva caixa para que possa ser utilizada novamente. Não é necessário agitar o produto. A seringa foi desenvolvida exclusivamente para a administração de Novalgina Infantil e não deve ser utilizada para administração de outros medicamentos. Posologia O tratamento pode ser interrompido a qualquer instante sem provocar danos ao paciente, inerentes à retirada da medicação. - Adultos e adolescentes acima de 15 anos: 10 a 20 mL em administração única ou até o máximo de 20 mL, 4 vezes ao dia. As crianças devem receber Novalgina Infantil conforme seu peso seguindo a orientação deste esquema:

























    * Utilizar seringa dosadora. Crianças menores de 3 meses de idade ou pesando menos de 5 kg não devem ser tratadas com Novalgina. Se o efeito de uma única dose for insuficiente ou após o efeito analgésico ter diminuído, a dose pode ser repetida respeitando-se a posologia e a dose máxima diária, conforme descrito em posologia. Não há estudos dos efeitos de Novalgina Infantil administrada por vias não recomendadas. Portanto, por segurança e para garantir a eficácia deste medicamento, a administração deve ser somente por via oral. Populações especiais - Em pacientes com insuficiência nos rins ou no fígado: recomenda-se que o uso de altas doses de dipirona seja evitado, uma vez que a taxa de eliminação é reduzida nestes pacientes. Entretanto, para tratamento em curto prazo não é necessária redução da dose. Não existe experiência com o uso de dipirona em longo prazo em pacientes com insuficiência nos rins ou no fígado. - Em pacientes idosos e pacientes debilitados: deve-se considerar a possibilidade das funções do fígado e dos rins estarem prejudicadas. Novalgina Solução Oral (gotas)












    Posologia O tratamento pode ser interrompido a qualquer instante sem provocar danos ao paciente, inerentes à retirada da medicação. - Cada1 mL: 20 gotas (quando a bisnaga for mantida na posição vertical para gotejar a quantidade pretendida de gotas). - Adultos e adolescentes acima de 15 anos: 20 a 40 gotas em administração única ou até o máximo de 40 gotas,4 vezes ao dia. As crianças devem receber Novalgina Gotas conforme seu peso seguindo a orientação deste esquema:






































    Se o efeito de uma única dose for insuficiente ou após o efeito analgésico ter diminuído, a dose pode ser repetida respeitando-se a posologia e a dose máxima diária, conforme descrito em posologia. Por segurança e para garantir a eficácia deste medicamento, a administração deve ser somente por via oral. Populações especiais Em pacientes com insuficiência nos rins ou no fígado, evitar o uso de altas doses de dipirona, pois a taxa de eliminação é reduzida nestes pacientes. Porém, para tratamento no curto prazo não é necessária redução da dose. Novalgina Supositório Os supositórios devem ser administrados por via retal (anal). Instruções para aplicação Os supositórios de Novalgina são indicados especialmente para reduzir a febre ou aliviar a dor em pacientes com dificuldade para engolir comprimidos e líquidos. Para obter a máxima eficácia analgésica/antitérmica de Novalgina Supositório, siga corretamente as instruções abaixo: Mantenha sempre a embalagem do supositório em local fresco. Caso os supositórios se apresentem amolecidos pelo calor, mergulhe a embalagem de alumínio por alguns segundos em água gelada para que voltem à consistência original. Seguindo o picote na embalagem de alumínio destaque apenas o supositório a ser utilizado. Antes de aplicar o supositório, lave bem as mãos e, se possível, desinfete-as com álcool. A embalagem de alumínio de Novalgina já vem com uma pré-abertura que facilita a retirada do supositório. Basta forçar esta pré-abertura e o supositório sairá, inteiro, pronto para ser usado. Com o dedo polegar e o indicador afaste as nádegas e introduza o supositório no orifício anal. Comprima suavemente uma nádega contra a outra, durante alguns segundos, para evitar que o supositório volte. Posologia 1 supositório até 4 vezes ao dia. Se o efeito de uma única dose for insuficiente ou após o efeito analgésico ter diminuído, a dose pode ser repetida respeitando-se a posologia e a dose máxima diária, conforme descrito acima. O tratamento pode ser interrompido a qualquer instante sem provocar danos ao paciente, inerentes à retirada da medicação. Não há estudos dos efeitos de Novalgina Supositório administrada por vias não recomendadas. Portanto, por segurança e para garantir a eficácia deste medicamento, a administração deve ser somente pela via retal (anal). Populações especiais - Em pacientes com insuficiência nos rins ou no fígado: recomenda-se que o uso de altas doses de dipirona seja evitado, uma vez que a taxa de eliminação é reduzida nestes pacientes. Entretanto, para tratamento em curto prazo não é necessária redução da dose. Não existe experiência com o uso de dipirona em longo prazo em pacientes com insuficiência nos rins ou no fígado. - Em pacientes idosos e pacientes debilitados: deve-se considerar a possibilidade das funções do fígado e dos rins estarem prejudicadas. Siga corretamente o modo de usar. Em caso de dúvidas sobre este medicamento, procure orientação do farmacêutico. Não desaparecendo os sintomas, procure orientação de seu médico ou do cirurgião-dentista. O que devo fazer quando eu me esquecer de usar Novalgina? Caso esqueça-se de administrar uma dose, administre-a assim que possível. No entanto, se estiver próximo do horário da dose seguinte, espere por este horário, respeitando sempre o intervalo determinado pela posologia. Nunca devem ser administradas duas doses ao mesmo tempo. Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico, de seu médico ou cirurgião-dentista.

    ADVERTÊNCIA DO MINISTÉRIO DA SAÚDE

    A PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.
    NÃO USE ESTE MEDICAMENTO DURANTE A GRAVIDEZ E EM CRIANÇAS MENORES DE TRÊS MESES DE IDADE.

    ECONOMIZE COM GENÉRICOS

    pdt-generico
    Dipirona sodica 500mg com 20 ml
    Cod. Produto: 5605
    Marca: GERMED
    Por: R$ 3,76
    pdt-generico
    DIPIRONA EMS 500MG GOTAS 20ML
    Cod. Produto: 5570
    Marca: EMS SIGMA PHARMA
    Por: R$ 3,22